Meditação da bondade amorosa - MBSR

Felicidade: Para os outros ou para mim?

Posted on Posted in Uncategorized
Quando Jon Kabat-Zinn criou o Programa MBSR, em 1979, na clinica de redução de stress, na Universidade de Massachussets, a prática de loving-kindness, ou metta, traduzida em nosso meio como bondade amorosa, não fazia parte do programa. Hoje faz. Há quem diga que sua ausência se deva à preocupação em facilitar sua inserção no meio acadêmico e em manter o caráter secular do programa.
De qualquer modo, nos dias atuais não há mais porque relacionar a prática com qualquer religiosidade ou crença. A ciência hoje nos mostra que a conexão é uma de nossas necessidades básicas, necessárias para a sobrevivência, e que cuidarmos uns dos outros é uma habilidade inata humana, indispensável para nossa sobrevivência como espécie.
Veja alguns dos benefícios que temos quando estendemos a todos os seres os desejos de que sejam felizes e estejam livres de sofrimento:
1-Richard Davidson e seu grupo nos mostram em estudos recentes, que após 2 semanas de prática, foram observadas mudanças de comportamento associadas à maior atividade de regiões cerebrais envolvidas com empatia e aumento de emoções positivas.
2. A neurociência nos mostra que: quando recebemos algo que consideramos positivo, ou quando damos algo para outros, as áreas ativadas no cérebro são as mesmas: em ambos os casos ativamos as mesmas áreas de recompensa que trazem bem-estar, ou seja, NÓS SOMOS OS MAIORES BENEFICIÁRIOS quando fazemos o que chamamos de atos de altruísmo.
3. Ao praticarmos, saímos do estado de stress a que estamos propensos,  e alteramos nosso estado, o que por si só conduz a maior relaxamento e bem estar.
4- Ainda por cima devemos lembrar que, ao contrário de quando estamos em estado de stress, onde não conseguimos enxergar as situações com clareza, neste estado tendemos a enxergar as coisas de modo mais amplo, o que nos possibilita tomar decisões mais acertadas.
5- Ao desenvolver a consciência da semelhança entre as pessoas, estamos modificando de modo drástico e positivo nossas habilidades comunicativas.
6- Assim como nós humanos não conseguimos desenvolver a linguagem se formos criados longe de outros seres humanos, Richard davidson aponta para a necessidade de criarmos sociedades em que seja propicio o desenvolvimento dessa nossa habilidade inata de compaixão.
A prática da meditação da bondade amorosa é parte do programa MBSR. Para acessar gratuitamente a meditação guiada da bondade amorosa, clique aqui ou na imagem abaixo:
Quero acessar a meditação da bondade amorosa!