Como o amor próprio pode mudar sua vida

Posted on Posted in Work

 

Acordamos todas as manhãs com listas de coisas a fazer.

Afinal, temos inúmeros papéis adesempenhar, e diversas áreas a cuidar: a vida profissional, familiar, as obrigações sociais. Não é raro nos vermos exaustos, estressados e sobrecarregados.
A questão é que não há como desempenharmos adequadamente todos os nossos papéis, de modo consistente e com excelência, se nós mesmos estivermos em segundo plano. Eu explico: Em meus cursos de mindfulness, é comum que os alunos estejam perfeitamente à vontade com relação a sentimentos positivos, de afeto com relação às outras pessoas, até mesmo à desconhecidos.
Quando se trata de cultivar sentimentos de afeição e cuidados para si próprio, a situação muda, o que não raro gera frustração e dor.
Por que nos é tão difícil cultivar amor próprio? Sem ele, não há como receber o que as pessoas e a vida têm de bom a nos oferecer. Sem ele, não há como sermos capazes de verdadeiramente cuidar do outro, pois só inferimos as necessidades do outro a partir dos nossos próprios sentimentos.
Só quando perfeitamente nutridos, podemos dar o nosso melhor em nossa vida pessoal e profissional.
Portanto, experimente seguir esses 2 passos e desfrute os resultados:
1. Antes de olhar para sua lista de afazeres do dia, dedique 90 segundos para conectar-se com sua intuição:
• O que eu preciso fazer por mim hoje?
• Como posso demonstrar amor por mim hoje?
• O que posso fazer para que eu me sinta feliz hoje?
Reflita por alguns segundos em suas próprias respostas. E comprometa-se com sua próprias necessidades hoje.
2. Pergunte-se, ao longo do dia: Qual a melhor coisa que posso fazer por mim mesmo nesse momento?
Pode ser que o melhor a fazer por você mesmo seja parar o que está fazendo e simplesmente tomar um copo de água. Pode ser uma parada para respirar. Ou voltar-se para o momento presente, conectar-se consigo mesmo e renovar-se, criando espaços para que você possa voltar ao que estava fazendo, de modo mais produtivo e assertivo.
Você pode, para isso, usar umabrevíssima meditação guiada: http://tinyurl.com/pfjbnlv
Tudo de bom!